Cultivar o estado de presença com os mais novos

Estar presente com os nossos filhos parece ser um desafio para muitos de nós. O emprego, os afazeres do dia-a-dia, o trânsito, os banhos, as refeições, os trabalhos de casa.

 

Onde encaixar os momentos de lazer em família? Ao fim de semana? Bem, aos fins de semana é preciso arrumar, limpar, mais trabalhos de casa, atividades extra curriculares dos miúdos, um almoço fora de casa e o fim de semana parece ter passado, a voar, para dar espaço a mais uma semana de rotinas.

 

Os pais nem sequer têm tempo para estar presentes com eles mesmos, como podem estar presentes com os filhos?

 

Quando falo de presença, falo de estar PRESENTE, no aqui e agora, estar consciente do que se pensa e sente. Consciente do que está a acontecer agora, e não perdido nos pensamentos do que aconteceu ou tem que acontecer daqui a cinco minutos ou amanhã.

 

Quantas vezes o tempo que os pais dedicam aos filhos é passado entre pensamentos do que ainda têm para fazer antes de ir para a cama ou do que ainda têm que fazer no emprego até ao final da semana?

 

Isso não é estar presente com as crianças. É viver na ilusão da mente e perder momentos de comunicação e conexão connosco e com os outros.

 

Podemos julgar os pais por isso?

 

Claro que não!

 

Não fomos habituados a ESTAR CONNOSCO, aqui e agora.

 

No entanto, lembra-se daqueles momentos em que “se perdeu” nas horas porque começou a contar uma história ao seu filho, ou ficou ali só a vê-lo brincar, ou entrou numa brincadeira com ele? Perdeu a noção das horas, mas ganhou a noçao do verdadeiro tempo: o AGORA.

 

Para cultivar mais momentos de presença com os nossos filhos, temos que começar connosco. Praticar momentos de presença connosco.

 

Cinco minutos por dia a observar a respiração. A sentir a água do banho a tocar no nosso corpo. A sentir o toque de todos os alimentos enquanto cozinhamos.

 

Cinco minutos a sentir o nosso peito. O que sentimos neste momento? Podemos estar presentes para as nossas emoções?

 

É que se não soubermos estar presentes para as nossas emoções, como ensinamos os nossos filhos a lidar com o que sentem?

 

Estar presente é dar espaço a tudo o que este momento tem para nos oferecer. Se doer, é porque está na hora de deitar algo do passado fora. Se for alegre, está na hora de desfrutar de quem somos. É importante encontrarmos o nosso centro, que só pode estar onde a Vida acontece: AGORA!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s