Saudades…

E quanto temos saudades do passado?

Há momentos do passado que trazem um sabor doce e aquecem a alma… mas será isso uma atitude de amor para connosco?

Há quem diga que sim, e que devemos olhar para esses momentos e ancorá-los.

Há quem diga que isso é viver no passado e não desfrutar do presente.

Eu prefiro olhar para eles quando eles surgem e testemunhar, observar o que ainda têm para me dizer hoje. Se surgem na minha mente por algum motivo é, mais que não seja a mente sente falta desses momentos AGORA, ou não seria saudade… certo?

Então, e que tal observar essa falta?

Observar, reconhecer e escolher olhar para o Espírito De Amor, que é infinito, abundante e eterno, e onde qualquer falta ou falha não é possível.

E basta olhar… basta observar… e nessa observação a escolha pelo AMOR é feita.

Dessa forma, aquilo que pensávamos que estava no passado, torna-se presente e enche o coração desse amor. A falta desaparece, com a saudade, e fica apenas o que É. E o que É enche, é pleno… expande-se…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s