Um novo mundo a partir de hoje?

Quem me conhece sabe que tenho alguma resistência em aceitar ideias de que o mundo ou a consciência vai mudar a partir de uma data específica (hoje), e que vamos passar a sentir diferente, ver diferente… e coisas parecidas!!!

Não sei se existe hoje mais expansão da consciência de amor do que há uns anos atrás ou se eu me disponibilizei interiormente para tal.

Mas, não é o mundo que vemos um reflexo do que está dentro de nós?

Como pode uma data alterar a nossa visão?

Agora, eu também sei que “não estou sozinha a experimentar os efeitos dos meus pensamentos” (UCEM) e que, também como o curso em milagres nos ensina, os nossos pensamentos não são privados.

É normal que quanto mais pessoas se permitem libertar do medo e abrir-se ao amor que são mais abrem essa possibilidade para que isso comece a acontecer mais e mais!

E isso acontece porque estamos em 2012?

Eu não acredito!

Contudo, não interessa nada se eu acredito ou não! E também não estou muito preocupada com isso.

O que me importa é viver cada dia, como cada dia se apresenta, sabendo que posso sempre escolher o AMOR. E essa escolha sempre esteve disponível e sempre estará.

Para mim, associar a consciência do amor a datas está a limitar o amor, está a limitar o que nós somos e a nossa atuação a datas, a formas, a este mundo!

Além disso, se vamos falar do calendário Maia e de como o povo era evoluído… aí a minha mente lógica fica confusa: um povo evoluído realiza sacrifícios humanos? Em que é que eram mais evoluídos do que aquilo que somos hoje?

Acho que a evolução de consciência não acontece a partir de hoje e sempre veio a acontecer.

Por mais que se diga que estamos “no fim dos tempos” por vermos a acontecer atrocidades como a que ocorreu há poucos dias com a morte de tantas crianças nos Estados Unidos, também vemos uma consciência de amor e a consciência que nada pode justificar aquele ato.

Há centenas de anos atrás isso não seria visto assim!

Hoje estamos mais despertos para as questões sociais, temos muito mais atenção com o próximo, mais consciência do que nos pode magoar física, psicológica e emocionalmente, e dos cuidados que podemos ter connosco e com os outros para vivermos cada vez melhor a todos os níveis.

Ainda existem muitas questões a serem resolvidas, e não me venham com tretas que a partir de hoje tudo está maravilhosamente diferente, porque então eu pergunto: as guerras finalmente vão acabar? Vão fornecer alimentos a todos os adultos e crianças em todo o mundo?

Para mim, expandir a consciência do amor é ver o mundo com olhos de amor e compaixão. É atuar no mundo com amor, sabendo que somos um Espírito e não um corpo. Saber que o corpo não precisa sofrer e pedir milagres sempre que a minha visão me mostra sofrimento.

E se a partir de hoje eu vou deixar de ver sofrimento no mundo, significa que a minha mente está curada! Yupi!!!!!🙂

O mais importante para mim, volto a repetir, é ter a consciência de que o mundo que vejo está em mim, na minha mente, e que apenas depende de mim mudar a perceção, pedir milagres que dissolvam o medo na mente e a abram ao amor. E dessa forma posso oferecer amor a mim e ao mundo que vejo!

Mais do que isso… não sei! São apenas especulações! Até podem ser verdade… só não me acrescentam nada neste momento!

Um novo mundo começa para cada um de nós sempre que nos permitimos ver com amor!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s