Ver o amor no outro

Às vezes as pessoas acham que por uma pessoa ser coach ou partilhar alguns pensamentos que nos ajudam a todos a regressar ao nosso estado de paz natural, não passam ou não veem outras pessoas passar por momentos desafiantes nas suas vidas.

Em relação ao desemprego, também tenho pessoas na minha família que estão desempregadas, e todas elas têm uma atitude diferente perante a situação.

Qual a minha opinião sobre isso?

Não tenho. Sempre que surgem julgamentos sobre o assunto, observo-os, reconheço-os e liberto-os (entregando-os ao meu Ser/Espírito Santo/Deus/Universo – o que lhe quiserem chamar).

E descobri que é a melhor forma de “ajudar” os outros. É ajudando a mim mesma a libertar-me do julgamento que a minha mente articula sobre o assunto, e deixando os outros livres para acederem à sua própria sabedoria, sem terem que estar a ouvir os conselhos de alguém que não está no interior deles e não sabe o que é melhor para eles.

Quando são pessoas próximas de nós temos tendência a “achar” que conhecemos a história da pessoa, sabemos como ela pensa, como vai reagir, o que anda e não anda a fazer. Não estaremos a limitar essa pessoa com aquilo que acreditamos sobre ela?

Quando libertamos o outro para aceder à sua inteligência e resolver os problemas por si mesma, estamos a assumir que ela é um ser de Amor, totalmente capaz e inteligente para encontrar as suas soluções.

Isto não nos torna menos sensíveis ao que os outros passam, pelo contrário. Torna-nos mais humanos, no sentido de que nos retira da consciência de medo e nos empodera ao regressarmos à nossa essência de Amor. Somos uma ajuda muito mais poderosa e eficaz pois não vemos a outra pessoa como necessitada, mas sim como capaz, suficiente e amorosa.

As maiores ações são aquelas que partem de um coração sem medo, um coração que reconhece o amor em si e no outro como a força que cria oportunidades e encontra soluções.

Conheces alguém que esteja a passar por um desafio?

Que tal abrires mão do teu julgamento sobre a situação e sobre a pessoa em causa?

Experimenta e vê como o teu coração se abre!😉

2 thoughts on “Ver o amor no outro

  1. Puxa Angela isto é realmente muito nobre, esse sentimento de amor incondicional, realmente estou passando por isso agora e a reação de todos é a mesma o julgamento.

    Gêra – São Paulo Brasil.

  2. Ótimo post e seria bom se todos tivessem esse mesmo ponto de vista. Também estou passando por isso. Apenas escutando julgamentos de todos os lados com pessoas que pensam saber de minha vida. Não fazem ideia de como isso é ruim e apenas piora a situação de quem já esta lutando internamente para ultrapassar uma barreira.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s