Entrega

“Entrego o futuro nas Mãos de Deus.”

Esta lição do UCEM deixa-nos apenas o momento presente, sem qualquer preocupação ou necessidade.

No final da lição diz assim:

“Pois nas Mãos de Deus nós descansamos imperturbados, certos de que só o bem pode vir a nós. (…) O mundo não é mais nosso inimigo, pois escolhemos ser o seu Amigo.”

Será que a nossa necessidade de controlar a vida e os seus acontecimentos não vem do fato de acharmos que a vida não nos dá apenas o bem?

Acreditamos no bem, mas também acreditamos no mal, e achamos que se não planearmos tudo, algo de errado irá acontecer. E além disso, aquilo que desejamos de bom não irá acontecer.

Isto não é uma visão muito pequena e limitada de nós mesmos e da vida?

Que imagem temos de Deus? Que conceitos associamos à palavra Deus?

Limitamo-nos ao limitar o poder de Deus nas nossas vidas e no mundo. Nem nos apercebemos que somos nós os responsáveis pelos significados que damos, sem sequer darmos espaço para a VIDA!

Se julgamos, se catalogamos, se planeamos, que espaço damos para a vida se manifestar em nós?

Temos sempre um pensamento, uma ideia, um julgamento…

Às vezes leio coisas do género: “Temos que lutar pelos nossos sonhos”, “É necessário esforço para alcançar o que queremos”, “Temos que controlar a nossa vida”, etc.

Quem me conhece sabe que neste momento não leio quase nada de desenvolvimento pessoal pois estou cansada da maioria das tretas que são difundidas por aí.

E mesmo o que leio, acredito em tudo? NÃO!!

Mas há algo que faz sentido ouvir: a nossa intuição, a nossa sabedoria. Ver o que realmente faz sentido para nós e quais são as palavras e os ensinamentos que realmente nos ajudam a encontrar a nossa paz e sabedoria.

Lutar, esforçar, controlar, não fazem sentido para mim.

Fazem sentido para ti?

Eu já questionei muitas das crenças em que acreditava. E continuo a questionar todas as crenças que me afastam da paz e tranquilidade interior.

E tudo o que é muito complicado e envolve muitas teorias normalmente faz-me torcer o nariz!!!

É claro que não acreditar em teorias pode ser uma teoria, mas o que eu realmente quero transmitir é a ideia de confiar mais em nós e não naquilo que lemos e ouvimos.

Entregarmo-nos mais a viver do que a ler sobre viver e como viver! Não há regras de como se vive, há experiências!

E cada um de nós faz a sua!

 

One thought on “Entrega

  1. Muito lindo este texto. Quando se consegue entender isto lá no fundo da alma, vemos que tem muita lógica. Obedecer a própria alma é estar dentro de você e consequentemente no caminho que sua divindade escolheu. Acreditar que a divindade interior te guia para o melhor que existe nos dá paz e alegria.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s