Intuição: sim ou não?

Como saber se aquilo que nos surge interiormente é intuição ou não?

Eu diria que esta pergunta já é complicada demais… e que qualquer resposta será apenas uma teoria, ainda mais complicada que a pergunta.

Então, para simplificar: não sabemos. Escolhemos seguir o que nos parece certo dentro de nós. E o que parece certo dentro de nós pode não seguir as crenças e os valores a que estamos habituados e muito menos as crenças e os valores que fazem sentido para os outros.

Simplificar é simplesmente viver com aquilo que nos parece certo, com aquilo que nos traz paz.

Se nos faz sentir medo, rancor, mágoas, culpa… será intuição?

Eu continuo a responder não sei… mas não faz sentido para mim. Faz para ti?

Só tu sabes como a intuição funciona contigo. Ninguém te pode dar essa resposta!

Quando procuras essa resposta noutra pessoa, estás a negligenciar a tua sabedoria, a tua intuição de saber o que é melhor para ti.

“Ah, mas o que é melhor para mim pode não ser melhor para os outros.” Como é que sabes? Conheces tudo?

Quando eu digo para deixarmos o coração falar, é deixar um bom-senso muito inteligente e sábio nos guiar.

É viver, sem nos preocuparmos se é intuição ou não é intuição.

Aliás, será que existe algo que não seja inspirado na nossa sabedoria?

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s