Gratidão

As sessões que faço têm sempre um sabor de gratidão e encanto muito grande.

Às vezes as pessoas perguntam o que eu faço, e eu posso responder coaching, mas eu própria não sei e não consigo explicar.

Posso explicar dizendo que faço coaching intuitivo, limpeza energética, ponto zero… estado de presença…

O que mais resulta para satisfazer a minha mente é que em estado de presença permitimos que a intuição nos guie naquilo que precisa ser feito no momento – se é que algo precisa ser feito: olhar para uma memória, tomar consciência de algo, reconhecer competências, reconhecer sabotagens, libertar mágoas, perdoar relacionamentos, o que for.

Acabamos sempre por fazer um exercício de amor por nós próprios, porque estamos a permitir-nos estar em paz connosco, com o passado e com o presente, encontrando novas forças para inspirar este momento e encher o mundo com a nossa alegria renovada, com a nossa vida resolvida – ou pelo menos com a sabedoria que o resolvido é saber olhar, reconhecer, aceitar e largar o que há para largar.

Às vezes as pessoas vêm às sessões porque se sentem mal no emprego, e passam a sessão a chorar mágoas de relacionamentos passados. No final, o emprego não parece ter tanta importância, e na sessão seguinte a sensação de mal estar tinha desaparecido ou atenuou-se muito.

A nossa vida não está tão compartimentada quanto imaginamos.

A minha experiência diz-me que realmente o importante é estarmos focados no momento presente e que isso nos traz as maiores bênçãos possíveis e impossíveis. Contudo, estar focado no presente não significa que não vamos ter emoções para resolver, muito pelo contrário.

Quando nos disponibilizamos a viver a vida AGORA, estamos a abrir espaço para o que não confere connosco, para o passado poder ser esvaziado da nossa experiência. E se ainda o carregamos às costas, vamos ter que abrir a mala e começar a deitar o peso fora. Alguém pode fazer isso por nós?

Parece-me que não.

É como se a mala tivesse uma magia em que só o “dono” das memórias pode tocar nelas, tirá-las da mala e escolher abandoná-las.

Quando digo abandonar memórias as pessoas ficam assustadas.

Primeiro porque se identificam com as memórias e acham que vão perder a sua identidade ao abrir mão das memórias.

Acham que vocês são um ser que vive amarrado a uma mágoa do passado, a um desentendimento que não está mais aqui mas que infeta a vossa energia e continua a atrair mágoas da mesma vibração?

Claro que não! Aquilo que todos nós somos é amor, mas enquanto acreditamos que somos amor e mágoas, vamos experienciar amor e mágoas. Experienciamos o que pensamos que somos!

Quando largamos uma mágoa do passado, quando abandonamos essa memória, perdoamos todos os envolvidos na situação, especialmente nós próprios, porque fomos nós, neste momento, que escolhemos o amor!

Não importa o que o outro escolheu ou continua a escolher, importa o que escolhemos agora.

Nas sessões vejo muitas pessoas a chorar por eventos que aconteceram na sua infância. É invariável… parece que todos temos uma criança ferida dentro de nós, que precisa chorar e ver o mundo através do amor e não do medo.

Não adianta fingir que já passou. Não adianta dizer que já passou e avançar, sem reconhecer a dor da criança interior, e sem curar essa dor, sentindo e escolhendo AGORA o amor.

A cura não precisa demorar eternidades, nem vidas.

Durante as sessões as pessoas não libertam uma memória do passado, conseguem visitar muitas e soltar a dor da memória em minutos. E sentem-se mais leves, mais livres no final.

E não precisam preocupar-se tanto com as suas vidas, pois a inocência e a criatividade da criança interior, começa a permear a vida a todos os níveis, e tudo parece começar a encaixar-se no devido lugar.

Parece simples não parece?

Mas será que precisa ser mais complicado do que isto?

Experimentar e assistir a estas experiências é saboroso e extremamente gratificante!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s