Formas simples de regressar à paz interior

Um novo ano aproxima-se: o que realmente queremos criar nas nossas vidas?

Continuar a repetir os mesmos padrões do passado ou dar um salto de consciência, libertar o passado e abrir o presente a novas possibilidades?

Viver feliz não significa que temos tudo o que a mente nos diz que precisamos.

Viver feliz não implica que todas as situações são como nós queremos.

Viver feliz, para mim, é estar em paz comigo e com o mundo que me rodeia.

Não é assim tão difícil de isso acontecer. Basta retirar a carga emocional que temos associada ao que pensamos que nos faz infeliz.

A infelicidade é o sofrimento mental – emocional e psicológico – que existe associado a qualquer situação. Aprender a criar um distanciamento desse conflito emocional, deixando-o ter o seu espaço e partir, é uma forma simples e eficaz de ficar em paz consigo e com aquilo que o rodeia.

O medo é uma das emoções básicas do ser humano, e a mente mostra-nos o medo de diversas formas diferentes. É preciso estar alerta e escolher ver de outra forma. Mas também é preciso saber que temos outra escolha: é preciso saber que o medo nada nos oferece e que apenas o amor e a paz são a solução viável.

Quando estamos no meio do conflito emocional é difícil ver a paz e o amor, o medo reina na nossa mente, o corpo responde ao comando de medo da mente. O que fazer nesses momentos?

Há formas simples de regressar à nossa paz:

– Respirar fundo e apenas focar a atenção na respiração.

– Focar apenas na emoção. Não olhar para os pensamentos, e manter o foco o mais presente possível na emoção corporal. Observá-la com muita atenção. (Ela acaba por sucumbir, levando consigo os processos de pensamento associados)

– Reconhecer a emoção e utilizar uma técnica de libertação emocional (EFT ou outra).

Quando estamos num estado de “não paz” é porque estamos a “ouvir” os pensamentos e a acreditar neles. Focar noutra coisa até pode parecer impossível porque estamos muito habituados a ouvir a voz interior, com todas as suas ideias, crenças, valores, receios. Mas não há problema em deixar de a escutar… em deixar de acreditar nela.

O que vale a pena ouvir é a nossa verdade, e essa, chega sem medo. Quando os pensamentos, as ideias, a criatividade vem da nossa parte inteligente e sábia, não vem com medo, mas com serenidade. E se nos permitirmos sair do medo, nem que seja por um instante, essa parte serena da nossa mente começa a ganhar mais espaço e a desfazer os equívocos que lançam o pânico e os problemas na nossa vida.

Pensar menos, VIVER MAIS!!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s