Viver em paz

Imagem: Google

 

A mente tem a ideia de que viver em paz é não agir, é viver num estado de apatia perante a vida, é não querer mudar, é não querer melhorar, é não querer viver melhor.

Será mesmo verdade que se estivermos em paz connosco, vamos nos tornar ignorantes, burros e inactivos?

Será possível que viver em total alinhamento com aquilo que somos, a SER o que somos, sem querer fingir ser outra coisa, sem estarmos entretidos com a mente, mas sim a desfrutar a vida, é um estado de apatia?

Na minha experiência é o contrário.

Estamos mais completos e presentes com a vida!

Não existe nada que possamos fazer AGORA em relação ao passado e ao futuro. E o que é paz senão um silêncio da mente em relação ao passado e ao futuro?

O que é paz senão silêncio mental, aceitação plena do que é.

Conseguimos mudar alguma coisa, sem aceitar antes a situação onde nos encontramos? As mudanças são efectivas quando partem de um estado interior de carência, raiva ou medo?

Só AGORA podemos agir para solucionar alguma problema.

Só AGORA podemos permitir que a criatividade se expanda.

Só AGORA podemos AMAR!

Entreter a mente com pensamentos é viver? Ou é estar entretido num estado mental e deixar a vida passar ao lado, com aquilo que está realmente a acontecer AGORA?

Quando a mente está ocupada com pensamentos ela não é produtiva.

Quando a sua mente está ocupada com muitos pensamentos, como é a sua vida?

Ouve atentamente os outros ou está atento aos seus pensamentos sobre o que o outro diz?

Quando a sua mente está ocupada com pensamentos, sabe o que está a fazer quando conduz ou conduz em piloto automático?

Quando a sua mente está ocupada com muitos pensamentos, consegue ser claro e objectivo em relação a alguma coisa? Em relação a alguma problema ou situação que precisa ser resolvida?

Na minha experiência, quando fico em paz, é quando as soluções surgem, as ideias nascem e eu me sinto mais completa e feliz.

A mente encontra sempre uma razão para não estarmos em paz, mas quem é esse que pensa o tempo todo?

Somos esses pensamentos ou estamos conscientes deles?

É que se estamos conscientes deles, podemos observá-los e não depender deles. Nesse ponto, podemos desfrutar da paz interior e viver o que isso significa para nós!!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s