Um único objectivo

Um único objectivo, uma mente unificada: paz! Quando a mente apenas vê um objectivo em tudo e em todos, só pode unir e expandir. A separação e a fragmentação não são vistas, porque a mente só conhece o que é uno.

E como podemos nós ter apenas um objectivo.

A vida apresenta-nos tantas propostas, tantos contrastes, que a paz não pode ser o nosso único objectivo.

Será?

Quando dirijo a minha mente com o propósito da paz, sei que todas as ideias que surgem dessa propósito, por diferentes que pareçam, vão unir-se no mesmo objectivo.

Se o meu objectivo é a paz quando encontro alguém, sei que qualquer acção ou palavra levará a mente a olhar para a paz e a direccionar a visão para a paz. E se o que dou recebo, então o relacionamento viverá com uma paz constante, apesar das acções e vivências partilhadas.

A paz é uma constante na nossa mente e é uma força curadora e criadora. Se deixarmos que seja ela a guiar a nossa vida, estamos a permitir que a união oriente o nosso sistema de pensamento e a retornar para um estado natural muito mais perfeito, equilibrado e harmonioso.

Não valerá a pena reavaliar os nossos objectivos e direccioná-los na mesma direcção?😉

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s