Positivo, Negativo ou Nenhum dos dois?

Ultimamente tenho pensado sobre a nova onda de psicologia positiva.

Certamente existe muito mais sobre o tema do que aquilo que eu conheço, mas as minhas experiências no positivismo foram o suficiente para eu perceber que existe muito mais na vida do que encontrar aspectos positivos e substituir emoções negativas por positivas.

Não acredito que nesta experiência de vida tudo seja um mar de rosas, não acredito que apenas experiências positivas entrem na nossa vida. Contudo, sei que não sabemos se elas são positivas ou negativas: nós é que escolhemos a forma como as julgamos.

E esse julgamento é feito com base em memórias, crenças e limitações do passado, que não me permitem ver este momento com toda a abrangência e conhecimento. Vejo apenas aquilo que consigo ver! E está ok!

Contudo, quando eu escolho uma experiência positiva ou um pensamento positivo ou seguir um comportamento positivo, o que estou a fazer?

Na minha opinião, estou apenas a escolher o caminho que as minhas memórias e limitações julgam como o melhor e mais positivo, mas que pode não ser.

Eu escolhi deixar-me de positivismos há muito tempo. A vida é como é neste momento. E o que sinto em cada momento está bem!

É uma escolha o que sinto, tanto o que me faz sentir bem, como o que me faz sentir mal. E eu tenho apenas uma escolha: limitar-me às memórias e às emoções condicionadas, ou libertá-las e encontrar uma dimensão intemporal em mim, onde a paz é uma constante e existe uma neutralidade emocional que se expande.

As pessoas às vezes ficam preocupadas: neutralidade emocional? SIM!! Ser neutro emocionalmente é viver no nosso ponto de recursos ilimitados, é viver no fluxo da vida e deixar a criatividade florescer, a nossa sabedoria nos guiar.

Quando olho para algo e isso me lembra do passado, estou a limitar-me a uma memória. Quando observo a memória e compreendo que é apenas uma memória, que este é um novo momento e neste momento sou livre para escolher de novo, abro os braços à vida e não preciso ficar agarrada aos mesmos padrões mentais/emocionais/comportamentais do passado.

Torna-se muito mais simples viver assim.

Além disso, acredito que a nossa natureza é naturalmente positiva. Não um positivo forçado, mas um AMOR profundo, onde a alegria e a paz não têm opostos, porque não existem por uma razão específica. Ser feliz por uma razão, implica que quando essa razão não existir eu não sou mais feliz. Isso não precisa ser assim.

Parece natural acharmos que a natureza humana é má, que existem pessoas más, que o mal está instaurado no mundo.

Tenho descoberto que não. Todas as pessoas têm uma dimensão de AMOR profundo dentro de si. O nosso impulso natural é para amar. Contudo, não podemos apenas olhar para um dos pólos na dualidade em que vivemos. Não adianta substituir a tristeza por alegria, não adianta escolher uma situação positiva em vez de uma negativa.

Se a alegria é o nosso estado natural, ela já está dentro de nós. Por baixo da tristeza, habita a alegria. Só precisamos remover a tristeza.

Numa situação positiva e numa situação negativa, o AMOR está presente. Quando nos permitimos ver o amor, permitimos que a nossa mente escolha novamente através da nossa dimensão mais profunda e não através das formas. A forma deixa de ter significado e a alegria sem forma e sem razão pode tomar o seu lugar.

E basta pensar um pouco: porque quero criar um futuro positivo? Porque o que existe agora não é positivo. E será que a felicidade chega por deixarmos de ver a moeda de um lado e vermos o outro?

É liberdade sermos felizes porque nos condicionamos à felicidade? Ou nos programamos para ser felizes?

Não será muito mais fácil descobrir a dimensão em nós que não se altera com o positivo e o negativo deste mundo?

Não será muito mais útil descobrir a paz intemporal em nós, que não depende do tempo nem do espaço para ganhar forma dentro de nós?

Eu prefiro viver assim! Torna-se mais fácil!😉

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s