Amor… a nossa herança natural

Estudar um curso é sempre uma aventura interior. Uma aventura que nos leva a descobrir uma nova dimensão de nós mesmos, uma dimensão de paz, onde aí sim, o amor resolve tudo.

O curso mostra-nos, de uma forma muito directa, como é que a nossa mente está habituada a pensar. Responde-nos às perguntas que temos sobre o funcionamento e a criação deste mundo, assim como nos responde ao porquê de estarmos “aqui” e qual o nosso propósito.

Contudo, o curso é diferente do que estamos habituados. No workshop que fiz este fim de semana, uma das participantes disse-me: “Parece que tudo o que aprendi até agora é para deitar fora.”.

Pois… essa também é a minha experiência. O que aprendi até agora é para deitar fora, desfazer. O curso diz que o perdão é desfazer, é o desfazer dos equívocos que fizemos sobre nós mesmos, ao pensar que somos limitados, pequenos e separados. Equívocos que nasceram ao mesmo tempo que a ideia de que somos um corpo e que podemos atacar e ser atacados.

O curso além de nos mostrar como tudo isto funciona, também nos mostra como desfazer os equívocos, como praticar o perdão e dá-nos a possibilidade de experimentar a paz interior.

A mim dá-me esperança. Mostra-me que sempre que estou ansiosa, com medo, com raiva, estou equivocada. E dá-me uma solução. Devolve-me a paz e o amor que são a minha herança natural.

O importante não é o curso em si, mas a sua mensagem e a experiência que nos proporciona através da sua prática.

Digo várias vezes às pessoas que frequentam os meus workshops ou com quem partilho a minha visão do curso, para não acreditarem em mim. Não acreditem porque o curso não é uma nova crença para acrescentar às inúmeras que já povoam o nosso universo mental.

O curso tem como objectivo remover as imensas realidades virtuais que temos vindo a criar por causa das mágoas que guardamos e da crença equivocada que temos sobre nós mesmos. O curso é suave. Os seus exercícios vão-nos proporcionando uma mudança interior profunda e que se vai fazendo mostrar através de tantas e tantas coisas – aquilo que nos incomodava antes não incomoda agora, onde antes havia medo agora há paz, onde antes havia raiva agora há aceitação, onde antes alguém era culpado agora é digno de todo o nosso amor.

São mudanças subtis que vão tornando o nosso mundo muito mais alegre e muito mais suave. Os outros deixam de ser os nossos inimigos para nos mostrarem a nossa dimensão imutável e eterna. Parece impossível ver algo imutável e eterno num corpo. E É!!!

A visão que o curso nos relembra está para além do corpo e aponta para nossa verdadeira natureza. Conseguimos ver o amor com os olhos do corpo? É a nossa parte imutável e eterna que a reconhece nos outros. E quando isso acontece, reconhecemos o amor em nós e há uma lembrança, por mais vaga que seja, de quem realmente somos.

Uma vez disseram-me isto e eu adorei: se não estás em paz agora, é porque ainda não acabou. É o que o curso nos ensina: se não estás em paz, é porque escolheste de forma equivocada. Contudo, mais cedo ou mais tarde, todos vão acabar por se lembrar da verdade e regressar à paz e ao amor, de onde nunca se ausentaram.

 

 

One thought on “Amor… a nossa herança natural

  1. Lição 318

    Fui criado sendo aquilo que busco. Eu sou a meta que o mundo procura. Sou o Filho de Deus, Seu único e eterno Amor. Sou o meio e também o fim da salvação.

    Meu Pai, que nesse dia eu aceite o papel que me ofereces no Teu pedido de que eu aceite a Expiação para mim mesmo. Pois assim aquilo que por meio dela se reconcilia em mim, se reconcilia Contigo com a mesma certeza.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s