Lição 31 UCEM – Eu não sou vítima do mundo que vejo

Lição 31

Eu não sou vítima do mundo que vejo.

A ideia de hoje é a introdução para a tua declaração de libertação. Mais uma vez, a ideia deve ser aplicada tanto ao mundo que vês fora, como ao mundo que vês dentro de ti. Ao aplicar a ideia, usaremos uma forma de prática que será cada vez mais usada, com algumas mudanças que serão indicadas. Em geral, a forma inclui dois aspectos, um no qual aplicas a ideia de modo mais contínuo e o outro consiste em frequentes aplicações da ideia ao longo do dia.

Dois períodos de prática mais longos com a ideia para o dia de hoje são necessários, um pela manhã e um à noite. São recomendados de três a cinco minutos para cada um. Durante esse tempo, olha ao teu redor lentamente enquanto repetes a ideia duas ou três vezes. Em seguida, fecha os olhos e aplica a mesma ideia ao teu mundo interior. Escaparás de ambos ao mesmo tempo, pois o interior é a causa do exterior.

Ao examinares o teu mundo interior, meramente deixes que quaisquer pensamentos que passem pela tua mente venham à tua consciência, cada um deve ser considerado por um momento e em seguida substituído pelo próximo. Tenta não estabelecer qualquer tipo de hierarquia entre eles. Observa-os ir e vir com a maior imparcialidade possível. Não te detenhas em nenhum em particular, mas tenta deixar a corrente passar de forma regular e calma, sem qualquer investimento especial da tua parte. Enquanto estiveres sentado e observando calmamente os teus pensamentos, repete a ideia de hoje para ti mesmo sempre que quiseres, mas sem nenhuma sensação de pressa.

Além disso, repete a ideia para o dia de hoje com a maior frequência possível ao longo do dia. Lembra-te que estarás fazendo uma declaração de independência em nome da tua própria liberdade. E na tua liberdade está a liberdade do mundo.

A ideia para o dia de hoje também é particularmente útil como resposta a qualquer forma de tentação que possa surgir. É uma declaração de que não cederás a ela pondo a ti mesmo em cativeiro.

Lição 31, Livro de Exercícios de “Um Curso Em Milagres”

Esta lição remeteu-me imediatamente para uma pequena passagem do livro de texto:

Eu sou responsável pelo que vejo.
Eu escolho os sentimentos que experimento e
eu decido quanto à meta que quero alcançar.
E todas as coisas que parecem me acontecer
eu as peço e as recebo conforme pedi.

“Um Curso Em Milagres”, Capítulo 21, II

O curso ajuda-nos a olhar para nossa mente de uma forma muito mais responsável e libertadora.

O curso não nos ensina a mudar o mundo. Ensina-nos a mudar a mente que vê o mundo. A vitimização é uma decisão que a mente faz de se sentir vítima. Eu sei que não parece. Eu sei que é difícil de assimilar isso quando as circunstâncias na nossa vida nos apresentam cenários difíceis de lidar.

Contudo, a verdadeira liberdade está na descoberta interior desta verdade. Não está em acreditar que isto é verdade.

Nós podemos acreditar em muitas coisas, mas isso não nos possibilita a experiência.

Praticar os princípios do curso é que nos oferece a liberdade interior, oferece-nos uma paz interior sem igual.

Olhar para o mundo, olhar para os pensamentos e admitir, com convicção, que não somos vítimas do mundo que vemos, é algo que nos vai oferecendo um entendimento profundo da nossa natureza, da nossa verdadeira identidade. Vamos nos apercebendo do que existia dentro da nossa mente que estava a ser projectado nas experiências e vamos ser mais capazes de perdoar as situações difíceis, permitindo que elas saiam da nossa experiência ou então vivendo com elas em paz.

É importante lembrar que o curso é feito ao nível da mente, e que na mente não existem vítimas, pois existem escolhas de pensamentos de ataque ou pensamentos de amor. Tentar levar os ensinamentos do curso para o nível do corpo faz com que encontremos inúmeras resistências, pois a vista física dá-nos inúmeros exemplos do contrário.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s