Aceitar e Perdoar

Será que poderemos mesmo criar todas as experiências da nossa vida de uma forma consciente?

A mim, parece-me que o nosso inconsciente é demasiado vasto para que isso seja possível, e além disso, parece-me completamente fora do propósito da nossa experiência.

Para mim, criar todas as experiências parece-me sinónimo de tentar controlar todas as experiências, para que aconteça aquilo que eu acho que é o melhor para mim. Saberei mesmo? Conhecerei verdadeiramente os meus melhores interesses?

Não me parece.

Não me parece que eu compreenda seja o que for que se passa na minha experiência, muito menos na experiência dos outros.

Sim, prefiro passar por determinadas experiências do que por outros. Prefiro tomar banho todos os dias do que tomar banho uma vez por semana. Prefiro comer peixe em vez de carne. Prefiro um dia de sol a um dia de chuva.

Pegando neste último exemplo: eu prefiro o sol, mas isso não implica que eu seja mais ou menos feliz se estiver sol ou chuva. É apenas uma preferência. Porquê que eu haveria de criar dias de sol? Hmmm também me posso perguntar e porque não?

Simplesmente porque não me apetece!!

Não me apetece escolher que algo aconteça, porque sei que tudo tem que acontecer da forma certa, da melhor forma possível.

O facto de perdoar os pensamentos insanos, as emoções doidas e as imagens amedrontadoras que passam pela minha minha, é o suficiente para me trazer um paz e uma aceitação sem precedentes. Isto engloba tudo e todos. Nada fica de fora do perdão.

E aí, eu realmente compreendo que o nosso poder não é no mundo. O nosso poder não é criar experiências que sejam isto ou aquilo, porque estamos aqui para experimentar o mundo. Cada vez mais tomo consciência que estamos aqui para libertar o mundo.

Não é para nos libertarmos, porque nós já somos livres. É para libertarmos a nossa mente daquilo que pensamos que é o mundo, soltar as amarras a pensamentos de culpa e de medo e retornar ao estado mental de unidade e amor.

Enquanto isso, claro que é agradável desfrutar do mundo. Mas é muito mais agradável fazê-lo sem culpas, sem medos e com uma certeza interior profunda, de que não interessam as experiências, apenas interessa o que sentimos com elas.

Em última instância tudo é criado por nós, só que num nível muito profundo e inconsciente.

Aproveitar o nosso dia-a-dia, desfrutando das preferências e perdoando-nos a nós, aos outros e ao mundo, torna-se uma experiência muito gratificante.

One thought on “Aceitar e Perdoar

  1. Angela, fantástico estou usando essa técnica de EFT todos os dias . Descobri por acaso na internet e as vezes nós aplicamos inconscientemente, e agora de uma forma mais organizada acredito que vou ter mais sucesso.
    EFT junto com a sua simpatia deixou nós mais entusiasmado.

    Um abraço e sucesso, continue postando os videos no youtube

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s