Seguir as ondas do mar

Às vezes pensamos que precisamos fazer muitas coisas para sermos felizes.

Outras vezes não nos apetece fazer nada e sentimo-nos felizes.

Queremos ter regras para a felicidade.

Adoramos os livros que dizem como podemos ser felizes, como podemos encontrar o sucesso e viver a vida dos nossos sonhos.

Adoramos listas e mais listas!

E o que fazemos com elas?

Os caminhos que os livros nos ensinam, muitas vezes são úteis. Outras vezes não.

Os caminhos parecem muitas vezes serem diferentes, mas todos têm o mesmo objectivo: encontrar a felicidade que julgávamos perdida nas histórias que contamos a nós e ao mundo sobre nós.

Ser feliz é tão fácil que nem queremos acreditar nessa possibilidade.

Só que o nosso poder é tão grande, que como acreditamos que não pode ser tão simples, simplesmente o nosso desejo é realizado!

Parece loucura?

É loucura!!!!!!

A nossa mente está louca, a alucinar com um mundo que não existe!

Como assim não existe???????

As minhas perspectivas são diferentes das perspectivas de outras pessoas! Duas pessoas olham para a mesma situação e têm opiniões diferentes. Qual delas tem razão? As duas e nenhuma!

As situações são neutras, os pensamentos que temos sobre as situações não são neutros.

A nossa mente não está neutra em relação a nada!

E enquanto não está neutra, ou está na posição do bom ou do mau, do positivo ou negativo, ou em cima ou em baixo!

Quem gosta de estar bem?? Todos querem estar óptimos, porque muitas vezes estão mal!!

A mente anda uns dias em sim, e outros em não! E por isso precisa de motivação!!!

Eu diria que motivação não é o termo, VONTADE é o termo!!

Teremos VONTADE de ser livres? Viver a vida AGORA e deixar todas as histórias do passado onde elas estão – em lugar nenhum?????

Estamos dispostos a assumir completa responsabilidade pela nossa vida? Pela nossa experiência? Por tudo o que nos acontece???

Estamos dispostos a amar o outro pelo que ele é?

Estamos dispostos a aceitar a vida como ela é?

Estamos dispostos a ir em frente com os nossos desejos, abandonando e abrindo mão de todas as limitações que contamos a nós mesmos para não sermos felizes?

Estamos dispostos a realizar os nossos sonhos, nem que isso custe perdoar todas as pessoas que passaram pela nossa vida e amá-las pelas oportunidades de aprendizagem que nos deram?

Estamos dispostos a gostar mesmo de nós? A ver em nós as capacidades brilhantes que o ser humano tem?

Estamos dispostos a ver em luz em nós? E em TODOS os outros?

As perguntas não podem ser postas a mais ninguém!!

Porque se estamos à espera que os outros mudem… vamos cair do cavalo mais dia menos dia!!

Quem é que vê os outros? Quem julga os outros????

O mundo é um reflexo do nosso estado mental! E o mundo são os outros, as situações!!!

Que mundo vemos? Então temos a chave de entrada no nosso inconsciente, nas nossas verdadeiras vontades interiores.

Estamos infelizes? Queremos mais da vida?

Vamos lá dentro, à causa do problema!

E depois deixamos que isso se vá!! Parece simples? É SIMPLES!!!

A felicidade é simples!

“Um Curso Em Milagres” diz-nos que tudo o que é complicado é do ego. Tudo o que é do Espírito é simples.

É mais fácil do que parece.

É preciso fazer muito? Umas vezes sim, outras vezes não!!

Não há regras!

As regras são impostas na dualidade… o Espírito sabe o que é melhor, conhece o que é melhor e só precisamos seguir as ondas do mar.

Oprah.com

2 thoughts on “Seguir as ondas do mar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s