Soluções

Muitas vezes procuramos soluções fora de nós…

Procuramos nos outros apoio, carinho e atenção.

Procuramos o consolo em compras, cigarro, comida, alcool…

Procuramos a resposta de Deus em orações e retornamos à vida mental constante de pensamentos, angústias, preocupações e dores.

Esperamos receber tudo de fora!

Esperamos sempre… e ficamos em espera.

Vivemos à espera de um objectivo… quando o alcançamos temos que pular rapidamente para outro.

A ansiedade interior, a falta crónica que sentimos de felicidade está completamente instalada, e não nos podemos dar tempo de observá-la.

Muitas vezes dizemos que não temos tempo… que um dia talvez tenhamos tempo para nós… agora temos o trabalho, a família e os amigos…

Agora não temos dinheiro, disponibilidade, espaço…

Agora temos muitas coisas muito mais importantes do que olhar para dentro… e observar que tudo aquilo que procuramos no exterior está em nós!

E mesmo quando começamos a trabalhar interiormente, em algumas áreas de desenvolvimento pessoal, ainda vivemos limitados a crenças que nos impedem de ver o nosso próprio brilho, pois o medo mantém-se activo.

Sair do medo para o medo não é solução!

Onde há medo, por pequeno que seja – por mais emoldurado que esteja de relíquias e formas distintas, é medo – não há amor!

Onde há amor, não há espaço para o medo!

E o amor está dentro de nós, dentro de todos nós!

Mesmo daqueles que aparentemente parecem, aos nossos olhos turvos, cheios de raiva, rancor e que desempenham papéis julgados como menos amorosos.

O amor está SEMPRE dentro de todos nós.

Em essência todos somos o mesmo!

E não adianta virmos com a desculpa que é só em essência, e que na realidade, ainda existem pessoas más, que pecam e cometem erros imperdoáveis.

Erros são apenas erros, equívocos que podem ser dissolvidos na presença do amor, pois não têm valor perante o Amor.

A pergunta que Neale Donald Walsh apresente em “Conversas com Deus” é realmente poderosa: “O que o Amor faria agora?”.

Usar esta pergunta quando observamos algum comportamente que nos pareça menos próprio, usar esta questão para nós mesmos… pode ter um efeito transformador.

E acima de tudo, começarmos a olhar para dentro e a descobrir a quantidade de recursos sábios, inteligentes e brilhantes que temos disponíveis em cada instante!

Estarmos disponíveis para descobrir a maravilha de Ser que somos é o primeiro passo!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s